domingo, 25 out 2020
Publicidade

Boulos posta foto com camiseta por #600atéofim e internautas pedem mil dólares do Bolsonaro

Político do Psol lembrou em redes sociais que governo quer cortar benefício de R$ 600 para R$ 300; titular do Planalto mentiu na ONU que programa pagou cerca de US$ 1.000 por família

O candidato do Psol à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, postou em redes sociais nesta terça-feira (22) foto usando uma camiseta com a inscrição #600atéofim. A hashtag é usada para defender a manutenção do auxílio emergencial em R$ 600. O governo Bolsonaro quer cortar o valor do benefício, pago a quem perdeu renda na pandemia do novo coronavírus, para R$ 300 até o final do ano.

A repercussão da foto, no entanto, foi além do objetivo. Boa parte dos internautas comentou pedindo US$ 1 mil. Isso porque, no discurso feito na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), o presidente Jair Bolsonaro disse que cada família recebeu esse valor como auxílio na pandemia.

A mentira foi tão gritante que o termo “Mil Dólares” virou meme nas redes depois da fala do capitão reformado. Para que fosse real, cada família precisaria ter recebido em média R$ 5.420, o que não aconteceu no programa.

Fabíola Salani
Fabíola Salani
Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.