Brasil terá 1º programa de melhoramento genético de cannabis em Viçosa

Serão desenvolvidas quatro variedades para uso medicinal e industrial

Em parceria com a start up Adwa, a Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, anunciou, nesta quarta-feira (25), a formalização do primeiro programa de melhoramento genético de cannabis do Brasil. Trata-se de um acordo de parceria para pesquisa e inovação que será desenvolvido pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Fitotecnia do Departamento de Agronomia, pelo pesquisador Sergio Barbosa Ferreira Rocha.

A pesquisa foi autorizada pela Justiça Federal em fevereiro deste ano, mas somente nesta quarta (25) o contrato de parceria entre a universidade e a startup foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). Segundo o advogado Rodrigo Mesquita, que trabalhou para que a iniciativa fosse aprovada pela justiça, “hoje se inicia uma nova fase na indústria brasileira da cannabis. Eis nossa contribuição: fornecer tecnologia para sua cadeia produtiva e assim possibilitar a máxima fruição dos direitos humanos à saúde, à vida digna e à participação no progresso científico”.

A lei 11.343, a chamada Lei de Drogas,  abriu caminho para o plantio de cannabis para uso medicinal e científico, mas pouco se avançou na regulamentação e é preciso ter autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No caso de Viçosa, o órgão se declarou sem competência para a autorização e foi necessário entrar com ação judicial.

No estudo, serão desenvolvidas quatro variedades para uso medicinal e industrial a partir de genéticas fornecidas pela empresa colombiana Cannadrop, de acordo com informações da Adwa.

Avatar de Dri Delorenzo

Dri Delorenzo

Jornalista e editora executiva da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR