Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de setembro de 2015, 10h46

Câmara estuda regular tamanho de saias e decotes

Com tantas pautas importantes a serem discutidas, a Câmara Federal resolveu se preocupar com o tipo de roupa usado pelas mulheres nas dependências da Casa. A proposta da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), analisada pelo primeiro-secretário, Beto Mansur (PRB-SP), estabelece as vestimentas “adequadas” para o ambiente: saias, só abaixo do joelho.

Com tantas pautas importantes a serem discutidas, a Câmara Federal resolveu se preocupar com o tipo de roupa usado pelas mulheres nas dependências da Casa. A proposta da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), analisada pelo primeiro-secretário, Beto Mansur (PRB-SP), estabelece as vestimentas “adequadas” para o ambiente: saias, só abaixo do joelho

Por Redação

Com tantas pautas importantes a serem discutidas, a Câmara Federal resolveu se preocupar com o tipo de roupa usado pelas mulheres nas dependências da Casa. Baseado na proposta da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), o primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), afirmou que está preparando uma proposta de regulação para apresentar aos parlamentares.

As novas regras colocariam limites ao comprimento das saias e aos decotes utilizados pelas mulheres que transitam pelo local. A decisão sobre as mudanças caberá à Mesa da Câmara, que é composta de sete deputados e presidida por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conhecido por suas posturas conservadoras. Os críticos da proposta apontam a medida como mais uma forma de preconceito de gênero e também de classe social, já que muitas pessoas seriam barradas por não usarem roupas consideradas “adequadas” para o ambiente.

Entre as sugestões da deputada Cristiane Brasil, seria obrigatório uso de tailleur com saia social e paletó, terninho, vestidos longos ou médios, calças ou saias longas, sendo que nenhum desses trajes deve ultrapassar a altura dos joelhos. Ela alega que essa seria uma maneira de igualar as exigências entre homens e mulheres, já que eles precisam usar terno e gravata para circular em pontos centrais da Casa.

Foto de capa: Divulgação


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum