Entrevista exclusiva com Lula
16 de julho de 2014, 16h06

Campanha pede asilo para Snowden no Brasil

Abaixo assinado em apoio ao ex-analista da NSA já conta com mais de 80 mil assinaturas

Abaixo-assinado em apoio ao ex-analista da NSA já conta com mais de 80 mil assinaturas

Por Leandro Melito, na EBC

Com a proximidade de completar um ano do asilo temporário de Edward Snowden na Rússia, que vence no dia 31 de julho, organizações da sociedade civil ligadas ao direito à informação movimentam uma campanha para que o ex-analista de informática da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos receba asilo político do Brasil.

Nesta quarta-feira (16), uma carta assinada por mais de 50 organizações da sociedade civil e entidades de classe nacionais e estrangeiras será entregue no Ministério da Justiça em Brasília. Na carta, os ativistas argumentam que o Brasil foi o principal beneficiado com as revelações feitas por Snowden sobre a espionagem praticada pelo governo dos Estados Unidos a outros chefes de Estado, entre eles a presidente Dilma Rousseff.

“O Brasil foi o que mais se beneficiou das revelações de Snowden, que denunciaram a estratégia de espionagem cibernética realizada pela Agência Nacional de Segurança (NSA) norte-americana sobre dados sigilosos e privados de outros países. Dentre os quais, dados da própria presidenta e da empresa estatal Petrobras”, diz o texto.

Histórico

Acusado de traição e espionagem pelos Estados Unidos, Snowden obteve em 1º de agosto de 2013 asilo temporário na Rússia pelo prazo de 12 meses. O ex-analista de informática revelou uma série de programas de espionagem em massa da NSA, que tinha como foco cidadãos, países aliados e organizações nacionais e estrangeiras. Com a proximidade da data de vencimento do asilo temporário, Snowden solicitou formalmente a prorrogação do pedido ao governo russo.

Desde que conseguiu o asilo temporário na Rússia, o ex-funcionário da NSA busca asilo permanente em outros países, como Equador (que abriga em sua embaixada em Londres o fundador do site wikileaks Julian Assange há dois anos) e o Brasil. Em uma entrevista exclusiva à Globo em junho deste ano, o ativista disse que formalizou o pedido ao país e declarou que “adoraria viver no Brasil”, mas o chanceler brasileiro Luiz Alberto Figueiredo alegou que o Ministério das Relações Exteriores não recebeu o pedido.

“Meu asilo aqui [na Rússia] vence no começo de agosto. Se o Brasil ofecer [asilo] estarei feliz de aceitá-lo.(…). Adoraria viver no Brasil. Quando estava no aeroporto mandei um pedido a vários países. Brasil foi um deles, um pedido formal”, afirmou à rede de televisão. Desde dezembro de 2013, uma campanha na internet arrecada assinaturas para a concessão de asilo de Snowden ao país e já conta com mais de 80 mil assinaturas.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum