sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Celso de Mello aponta “prática criminosa” de Weintraub em vídeo da reunião

No despacho em determinou a divulgação do vídeo da reunião ministerial, parte do inquérito que investiga o presidente Jair Bolsonaro, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, destacou ter identificado “prática criminosa” por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“Constatei, ocasionalmente, a ocorrência de aparente prática criminosa do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que referiu aos ministros do Supremo Tribunal Federal no seguintes termos…”, diz trecho do despacho, divulgado pela CNN Brasil.

Na sequencia, Celso de Mello destaca transcrição do trecho em que Weintraub ataca os ministros do STF.

“Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”, disse o ministro da Educação.

Ricardo Ribeiro
Ricardo Ribeiro
Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.