O que o brasileiro pensa?
29 de maio de 2020, 23h44

Celso de Mello envia à PGR pedido de investigação contra Eduardo Bolsonaro por ‘subversão da ordem política’

Ministro do STF afirma ser imprescindível a apuração dos fatos "ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República"

Eduardo Bolsonaro (Foto: Arquivo)

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou ao procurador-geral da República Augusto Aras pedido de investigação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por crime de incitação à subversão da ordem política ou social. A prática viola a Lei de Segurança Nacional.

A notícia-crime protocolada no STF destaca ameaça do filho do presidente de que não se trata de uma questão de “se”, e sim “quando” Jair Bolsonaro adotará uma “medida energética”, depois de operação da Polícia Federal no âmbito do inquérito das fake news que atingiu aliados do Planalto.

“Quando chegar ao ponto em que o presidente não tiver mais saída e for necessário uma medida energética, ele é que será taxado como ditador’, disse Eduardo, em live do blogueiro Allan dos Santos, líder das milícias digitais bolsonaristas e um dos alvos da operação.

Ao encaminhar o pedido a Aras, Celso de Mello ressaltou  ser imprescindível “a apuração dos fatos delatados, quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”.

O ministro decano do STF pontua que a comunicação “nada mais traduz senão formal provocação dirigida” à PGR, que deverá opinar pelo oferecimento de denúncia, solicitação de maiores esclarecimentos.

Com informações do jornal O Estado de S.Paulo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum