Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de janeiro de 2017, 14h17

Chacina em Campinas: homem mata ex-mulher, filho e 10 familiares em festa de ano novo

Atirador se matou em seguida; três pessoas continuam internadas

Atirador se matou em seguida; três pessoas continuam internadas

Da Redação, com informações do G1

Doze pessoas foram assassinadas entre a noite deste sábado (31) e a madrugada deste domingo (1º), durante uma confraternização de família, em Campinas (SP).

O técnico em laboratório Sidnei Ramis de Araujo, de 46 anos, pulou o muro da casa onde ocorria a festa de ano novo e entrou atirando. Ele era ex-marido de Isamara Filier, uma das vítimas.

Isamara tinha 41 anos e estava em processo de separação, de acordo com informações da Polícia Militar e de processos judiciais na Vara da Família. Ela também estava disputando com Sidnei a guarda do filho de 8 anos, João Victor Filier de Araujo, na Justiça.

Araujo matou primeiro a mãe e depois a criança. Segundo uma testemunha, o atirador disse que ia matar a ex-mulher porque ela tirou a guarda do filho. Depois disso, a criança falou que ele tinha matado a mamãe e, na sequência, foram mais dois disparos e um silêncio.

Dois jovens que estavam na festa conseguiram se salvar porque se trancaram no banheiro.

Além de Isamara e seu filho, foram mortos:

Rafael Filier, de 33 anos, irmão de Isamara;

Liliane Ferreira Donato, de 44 anos, seu marido está entre os feridos hospitalizados, foi na casa dela que a tragédia aconteceu;

Alessandra Ferreira de Freitas, de 40 anos;

Antonia Dalva Ferreira de Freitas, de 62 anos, era mãe de Liliane e de Alessandra;

Abadia das Graças Ferreira, de 56 anos, era irmã de Antonia Dalva;

Paulo de Almeida, de 61 anos, era marido de Abadia;

Ana Luzia Ferreira, irmã de Antônia Dalva e Abadia, tinha 52 anos;

Larissa Ferreira de Almeida, 24 anos, era filha de Ana;

Luzia Maia Ferreira, de 85 anos, era mãe de Antonia Dalva, Abadia e Ana, e avó de Liliane, Alessandra e Larissa. Seu filho, de 58 anos, está entre os feridos hospitalizados em Campinas;

Carolina de Oliveira Batista, 26 anos, seu pai está entre os três feridos que estão hospitalizados em Campinas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags