Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de agosto de 2013, 09h20

Chamem o Simão! Siemens vai dar aulas de ética ao Ministério Público

Ministério Público Federal convidou atual presidente da companhia para dar aulas de “compliance” – controles éticos empresariais – aos procuradores brasileiros

Ministério Público Federal convidou atual presidente da companhia para dar aulas de “compliance” – controles éticos empresariais – aos procuradores brasileiros

Por Fernando Brito, no Tijolaço

O José Simão, da Folha, tem razão: o Brasil é o país da piada pronta.

(Rufus46/Wikipedia)

E essa notícia agora que o Ministério Público Federal convidou o presidente da Siemens para dar aulas de “compliance” – controles éticos empresariais – aos procuradores brasileiros.

Paulo Starck, atual presidente, assumiu o lugar de Adílson Primo em outubro de 2011, quando este foi demitido numa história nunca bem esclarecida.

Segundo o Estadão, “a iniciativa causou perplexidade e indignação de procuradores que contestam o fato de a escolhida para o evento ter sido justamente a empresa que está no centro do escândalo do cartel no setor metroferroviário, sob investigação do MPF, da Polícia Federal e do Ministério Público de São Paulo. Procuradores consideram “inadequado” o convite à Siemens, ainda que seu presidente não esteja sob suspeita de práticas ilícitas – Stark depôs à PF, semana passada, na condição de testemunha.”

Pudera, né? Convidar a raposa – mesmo sob nova direção – para vir dar lições no galinheiro é o fim da picada. O senhor Starck tem que contar como se faziam as maracutaias ali no banco das testemunhas.

Nos Estados Unidos e na Alemanha, em lugar de tomar aulas, a Justiça tomou foi o dinheiro da Siemens, condenada a pagar mais de R$ 3 bilhões em multas por distribuir propinas.

Mesmo que Starck nunca tenha sabido de nada nos anos que passou lá dentro, a sua empresa vai ter de pagar – e muito caro – pelos arranjos escusos que fez com o governo paulista. E, claro, como presidente da Siemens, é natural que ele queira que ela não pague, ou pague pouco.

Mas parece que tem gente no MP que se esqueceu do que significa a palavra decoro.

Essa vai para o Jabuticaba News, destas coisas que só acontecem no Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum