Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de janeiro de 2020, 18h44

China questiona presença de entidade de juristas evangélicos brasileiros na ONU

Governo de Pequim solicitou à Associação Nacional de Juristas Evangélicos que comprovasse o alcance global da sua atuação, para assim justificar a entrega do status oficial, que significa um espaço privilegiado na ONU

Foto: Wikipedia/Commons

A tentativa da Anajure (Associação Nacional de Juristas Evangélicos) de ser considerada órgão consultivo com status oficial da ONU (Organização das Nações Unidas) encontrou um grande obstáculo: a China.

Em reunião nesta segunda-feira (20), em Nova Iorque (EUA), o governo de Pequim solicitou à entidade brasileira que comprovasse o alcance global da sua atuação, para assim justificar a entrega do status oficial, que significa um espaço privilegiado na ONU.

A Anajure, que iniciou o processo de credenciamento em 2017 – mas que só contou com maior apoio do governo brasileiro a partir da posse de Jair Bolsonaro –, esperava que o status oficial como órgão consultivo fosse outorgado nesta semana, após reunião na sede do organismo multilateral, também em Nova Iorque. O pedido chinês é um freio, mas ainda não impede a entidade evangélica de alcançar o seu objetivo a médio ou longo prazo.

Caso consiga o status oficial, ela poderá designar seus representantes em órgãos ligados à ONU em Nova Iorque e em Genebra, submeter declarações por escrito ou ser consultada em conflitos e processos internos, além da presença em si dentro da ONU, que permite a participação em debates e a capacidade de fazer lobby por seus interesses.

A Anajure tem prazo até maio para responder os questionamentos da China, e terá que convencer os asiáticos para que o processo seja desbloqueado.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags