terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

Ciro diz que ‘perdeu respeito’ por Lula, ataca petistas e defende ‘debate fraterno’

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) voltou a atacar o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta-feira (16). O presidenciável derrotado em 2018 afirmou que “perdeu o respeito” pelo petista e que ele “se corrompeu”, em live da revista Época com o jornalista Guilherme Amado.

“Lula queria que o povo o tirasse da cadeia e o levasse como imperador. Lula se corrompeu. Tudo o que ele quer hoje é fazer um partido com 50 deputados para meter a mão em milhões do fundo eleitoral”, disse Ciro.

“Não sou mais amigo de Lula. Perdi o respeito por ele. Pedi para visitá-lo na prisão como ato humanitário, isso é humano. Visitaria qualquer grande líder”, completou.

Ciro também disparou contra eleitores petistas. Segundo ele, do lado do PT, “todo mundo que não é petista é chamado de fascista, de gado”. O ex-ministro ainda acusou o partido de “querer mostrar cara feia, com gabinete do ódio de dinheiro roubado” e, na sequencia, defendeu que “temos que fazer um debate fraterno e respeitoso”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.