Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de dezembro de 2016, 16h58

Ciro Gomes: Senadores do PDT traíram partido ao votar a favor da PEC 55

Em nota, o ex-ministro afirmou que a bancada da legenda no Senado votou a favor de uma criminosa emenda, que joga "nas costas do povo mais sofrido a responsabilidade de arcar com a tragédia pela qual passa nossa economia e satisfaz unicamente os interesses daqueles que lucram com os abusivos juros brasileiros"

Em nota, o ex-ministro afirmou que a bancada da legenda no Senado votou a favor de uma criminosa emenda, que joga “nas costas do povo mais sofrido a responsabilidade de arcar com a tragédia pela qual passa nossa economia e satisfaz unicamente os interesses daqueles que lucram com os abusivos juros brasileiros”

Da Redação

O ex-ministro do governo Lula e provável pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, divulgou nota nesta quarta-feira, 14, onde afirma que a bancada de seu partido “traiu a confiança e orientação” da legenda ao votar a favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que congela gastos públicos pelos próximos 20 anos. Ele afirmou ainda acreditar na confiança no presidente Carlos Lupi e na executiva nacional do partido, “que deliberará em breve sobre como reagir a esta posição da bancada”.

A PEC 55 foi aprovada nesta terça-feira, 13, em segundo turno, pelo Senado Federal e seguiu para promulgação. A proposta foi aprovada por 53 votos a 16, sendo que todos os três senadores do PDT votaram a favor: Lasier Martins (RS), Pastor Valadares (RO) e Telmário Mota (RR).

Na noite desta terça (13), o presidente nacional do partido Carlos Lupi já havia divulgado nota onde lamentava o encaminhamento dos senadores. “É importante ressaltar que a decisão da bancada não representa os princípios do Partido Democrático Trabalhista, muito menos sua luta em favor dos menos favorecidos”, disse. “Adiantamos ainda que já foi iniciado um estudo, junto à Consultoria Jurídica do PDT, de uma medida jurídica para comprovar a inconstitucionalidade da matéria, que claramente, retira direitos da população que garantem acesso à Saúde e Educação públicas de qualidade”, completou Lupi.

Leia a nota de Ciro Gomes abaixo:

A aprovação da PEC 55 pelo Senado revoga a constituição brasileira, joga nas costas do povo mais sofrido do Brasil a responsabilidade de arcar com a tragédia pela qual passa nossa economia e satisfaz unicamente os interesses daqueles que lucram com os abusivos juros brasileiros.

Notadamente, o Partido Democrático Brasileiro (PDT), através de sua direção nacional e de seu presidente, Carlos Lupi, se colocou publicamente contra esta proposta de emenda à constituição e tem lutado de forma corajosa contra o governo golpista que tomou de assalto nosso país.

Infelizmente, a bancada do PDT no Senado traiu a confiança e a orientação do partido e votou a favor desta criminosa emenda.

Reafirmo aqui minha confiança no presidente Carlos Lupi e na executiva nacional de nosso partido, que deliberará em breve sobre como reagir a esta posição da bancada.

O PDT tem uma história assentada no trabalhismo de Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola que lutaram e contribuíram para a conquista de inúmeros benefícios aos trabalhadores brasileiros. E é com esta memória e convicção que seguiremos lutando contra qualquer proposta que ataque os direitos do povo brasileiro.

Ciro Gomes


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum