Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de outubro de 2016, 08h45

Colômbia: acordo de paz entre governo e FARC é derrotado

Contrariando todas as pesquisas de opinião, fim do conflito armado não é aprovado

Por Opera Mundi

“Você apoia o acordo para o término do conflito e construção de uma paz estável e duradoura?” Essa foi a pergunta feita aos colombianos neste domingo (02/10). A resposta de 50,2% dos eleitores foi “não” e houve 63% de abstenção.

Para que o acordo fosse ratificado, era necessário que o “sim” alcançasse 13% dos votos de todos os colombianos aptos a votar, ou seja, 4,5 milhões de votos, e ser superior em números absolutos ao “não”.

Contrariando todas as pesquisas de opinião realizadas anteriormente à consulta, o resultado não valida o acordo de paz firmado entre as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e o governo do presidente Juan Manuel Santos.

O “não”, impulsionado pelo senador e ex-presidente Álvaro Uribe, de perfil de extrema-direita, é visto por analistas como uma derrota a Santos, que venceu a reeleição em 2015 com a proposta de finalizar o conflito armado no país .

Os resultados reafirmam a divisão observada nas pesquisas de opinião, onde o interior do país, mais afetado pelo conflito, ratificou o “sim” e o centro do país, o “não”.

Furacão Matthew

A passagem do furacão Matthew pelo país dificultou, especialmente no litoral atlântico, a votação, tendo atingido um potencial de 4 milhões de votantes. Os locais mais afetados foram os departamentos de La Guajira, Magdalena, Bolívar e Atlântico, incluída Barranquilla, sua capital, onde chove sem parar desde o amanhecer.

Em Aracataca, onde nasceu o prêmio Nobel de Literatura Gabriel García Márquez, a votação nem chegou a ser iniciada. O prefeito local, Pedro Sánchez, disse que 70% do perímetro urbano está inundado, incluindo os postos de votação.

Apesar dos transtornos causados pelo fenômeno, o período de votação não foi adiado.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum