Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de março de 2020, 22h10

Com acúmulo de corpos, Nova York pede IML de emergência para vítimas do coronavírus

Casos dobram a cada dois dias e Estado já registra mais de 200 mortes

Nova York esvaziada pelo temor ao coronavírus (Foto: NBC News)

O Estado de Nova York, nos Estados Unidos, solicitou ao governo federal a construção de necrotérios de emergência. Diante do ritmo acelerado de crescimento no número de infectados e mortos, as autoridades avaliam que não terão condições de lidar com os corpos.

Mais de 333 pessoas morreram de Covid-19 em Nova York, um número que tem dobrado a cada dois dias. Em todo o Estado são mais de 33 mil pessoas estão infectadas com o novo coronavírus.

Só na cidade de Nova York são 17 mil casos e 192 mortes. Em entrevista para jornais locais, médicos classificaram a situação nos hospitais como “apocalíptica”, com caminhões frigoríficos removendo dezenas de corpos por dia. Os relatos traçam semelhanças com o colapso do sistema de saúde na Itália, onde morreram mais de 7.500 pessoas.

O pedido para a construção de IMLs de emergência foi confirmado pela FEMA, a agência federal de emergência dos EUA, acionada para dar suporte na crise. A Carolina do Norte e o Hawaii também submeteram pedidos para necrotérios adicionais. Segundo o porta-voz da FEMA, as requisições estão em análise.

Os EUA já são o terceiro país do mundo com mais casos e registram até o momento mais de 62 mil infectados e 869 mortes. O secretário de Estado da Defesa, Mark Esper, determinou hoje que as tropas norte-americanas destacadas fora país cessem todas as movimentações durante pelo menos 60 dias.

Na contramão dos números e de muitos de seus conselheiros, o presidente Donald Trump afirmou hoje que os EUA “continua a ganhar terreno na guerra contra o vírus” e avalia a possibilidade de reabrir as fronteiras do país até a Páscoa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum