sexta-feira, 23 out 2020
Publicidade

Com mais 869 mortes por Covid-19, país se aproxima de 139 mil óbitos

Total de casos confirmados ultrapassa 4,6 milhões; ministério minimiza alta da última semana e diz que precisa ser observado período de 15 dias

Com mais 869 mortes registradas devido à Covid-19 em 24 horas, o Brasil já teve 138.977 vidas perdidas para a doença. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (23) pelo Ministério da Saúde.

Pelos números da pasta, 4.624.885 brasileiros já foram infectados pelo novo coronavírus. O total de novos registros nas últimas 24 horas alcançou 33.281.

Em entrevista coletiva em que apresentou os números, o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, minimizou a alta de óbitos ocorrida na semana passada, após três semanas de queda. “Houve aumento pequeno de casos e de óbito em relação à semana anterior, mas quando se avalia duas semanas houve redução nesses números”, afirmou.

De fato, o total de mortes por Covid-19 no Brasil na semana passada foi de 5.322, 6% maior do que na anterior.

Questionado se teria relação com a abertura maior de atividades e às aglomerações registradas na semana do feriado de 7 de setembro, Medeiros tentou justificar por outra linha. “Nas últimas semanas, houve finalização de [registro e testagem] de óbitos que não estavam conclusos, não são necessariamente novos óbitos”, afirmou.

No entanto, essa argumentação tem uma contradição, pois, se isso vem acontecendo “nas últimas semanas”, teria impactado em períodos anteriores, e não só na semana passada.

Fabíola Salani
Fabíola Salani
Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.