sábado, 24 out 2020
Publicidade

Com pandemia, presidente da Fifa afirma que não haverá Mundial de Clubes em 2020

Segundo Gianni Infantino, algumas confederações não conseguirão terminar suas ligas até o final deste ano; ele fez um minuto de silêncio em memória das vítimas da Covid-19

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta sexta-feira (18) que o Mundial de Clubes previsto para acontecer em dezembro no Qatar não será mais realizado neste ano.  O torneio deve ocorrer, segundo ele, em algum momento no início do ano que vem. 

“Algumas confederações não vão conseguir terminar suas ligas de campeões até dezembro, e então não será possível realizar o evento em dezembro deste ano como planejamos”, afirmou Infantino, durante entrevista coletiva online. 

A edição de 2020 seria a última realizada com a atual metodologia: anual e reunindo os campeões de cada confederação mais uma equipe do país-sede. Segundo Infantino, a Fifa está em conversas com o Qatar para que a edição deste ano, que será organizada no início de 2021, seja naquele país. O Qatar será a sede da Copa do Mundo de 2022. 

Por outro lado, Infantino disse que tanto a Copa América quanto a Eurocopa deverão mesmo ser realizadas em 2021. Mas afirmou: “Temos coisas mais importantes do que futebol agora”. 

As declarações foram feitas após o encerramento do 70º Congresso da Fifa, realizado de forma virtual neste ano devido à pandemia do novo coronavírus. Antes da entrevista, Infantino pediu um minuto de silêncio em homenagem às pessoas que morreram vítimas de Covid-19 e desejou condolências às famílias.  

Até o presidente da Fifa teve a solidariedade e empatia com vítimas e familiares que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi incapaz de manifestar. Isso mesmo depois de 134 mil brasileiros terem perdido a vida para a doença. 

Fabíola Salani
Fabíola Salani
Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.