Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de agosto de 2017, 22h00

Com um sorriso no rosto, Doria ouve Suplicy destrinchar atrocidades de seu governo

O vereador do PT topou participar do programa de entrevistas do prefeito tucano e aproveitou para, além de pedir mais respeito com Lula e Dilma, detalhar atrocidades de sua gestão, como nas ações com moradores de rua. Doria ouviu tudo com um sorriso no rosto e fazendo provocações. Confira

Por Redação

O vereador Eduardo Suplicy (PT-SP) participou, na noite desta quinta-feira (10), do programa de entrevistas semanal do prefeito João Doria (PSDB). O petista foi o primeiro convidado do programa que não é um apoiador ou bajulador do prefeito.

Logo em sua primeira fala, Suplicy deixou claro o motivo de sua participação. Explicitar a falta de respeito com que o tucano trata o ex-presidente Lula e a ex-presidenta Dilma e detalhar absurdos que vêm sendo executados em seu governo.

“No caso do Temer [que também é investigado por corrupção], você trata com o maior respeito e, mais do que isso, com toda a amabilidade. Eu avalio que esse tipo de procedimento, incitar o ódio entre as pessoas, acaba não fazendo bem ao país”, disse o vereador.

Doria, por incrível que pareça, respondeu dizendo não procura incitar o ódio sendo que, quase semanalmente, desfere um xingamento diferente a Lula como “cara de pau”, “vagabundo”, entre outros termos.

Para amenizar, o tucano começou a elogiar Suplicy, dizendo que ele era uma “exceção” em seu partido por sua honestidade. O petista, no entanto, não caiu na armadilha e seguiu defendendo Lula, o PT e destrinchando atrocidades que a gestão tucana vem encampando na capital paulista.

Enquanto Suplicy dava detalhes de ações chocantes, como a da prefeitura em parceria com o governo do estado que resultou no assassinato de um jovem na Favela do Moinho, ou a truculência com que a prefeitura trata moradores de rua, Doria ouvia tudo com um sorriso sarcástico no rosto. Quando Suplicy falava de feitos da gestão Haddad, o tucano ainda provocava: “Que mágica é essa, Suplicy? Seus assessores andam olhando as ações da prefeitura com uma lógica muito petista”.

Na final da conversa, Suplicy ainda apelou para que o prefeito avalie a convocação de um plebiscito sobre as privatizações que quer encampar na cidade – uma demanda dos movimentos de juventude que ocuparam a Câmara Municipal esta semana – e, Doria, sempre irônico, fez pouco caso: “Se você cantar pra gente, prometo que vou avaliar”.

Assista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum