Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h13

Congresso boliviano aprova lei eleitoral e Morales encerra greve

O Congresso da Bolívia aprovou na madrugada desta terça-feira a nova lei eleitoral que vai reger as eleições gerais de dezembro, o que fez o presidente Evo Morales encerrar a greve de fome de seis dias para promulgar o texto.

Os senadores e deputados votaram os 83 artigos em todos os turnos e agora cabe ao presidente Morales promulgar a nova lei, que inclui a elaboração de um novo padrão biométrico, acordo que viabilizou a aprovação da lei.

Também possibilitou a Morales acabar com a greve de fome de seis dias.

"Neste momento suspendemos a greve de fome", anunciou Pedro Montes, secretário executivo da Central Operária Boliviana (COB), na presença de Morales, antes de ordenar a 2.000 pessoas que também seguiam o movimento a encerrar a greve.

"O povo nunca deve esquecer os processos revolucionários à cabeça das forças sociais", disse Morales, ao comentar as passeatas, cerco ao Congresso e as greves que permitiram aos movimentos sociais alcançar seus objetivos.

"Com o povo consciente, com a força do povo é possível obrigar estes pequenos grupos que permanentemente prejudicam no Congresso nacional", disse.

Morales anunciou que promulgará ainda nesta terça-feira a nova lei eleitoral, que permitirá sua candidatura em dezembro a um novo mandato de cinco anos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags