Corintianos “celebram” derrota de Marcelinho Carioca nas urnas

Ex-jogador, que já passou por PT e PSB, apareceu ao lado de Bolsonaro e teve apenas 7,5 mil votos para vereador; tema esteve entre os mais comentados do Twitter

Corintianos progressistas celebraram nas redes a derrota do ex-jogador Marcelinho Carioca na disputa por uma vaga na Câmara de São Paulo. O ex-atleta que foi ídolo no Corinthians apareceu neste ano ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e deu-lhe uma camisa do Timão de presente. Mesmo palmeirense, o titular do Planalto aceitou posar com o presente.

E foi exatamente por isso que os usuários do Twitter comemoraram o fato de Marcelinho ter recebido 7.574 votos e, assim, ficado de fora da casa legislativa paulistana. Os comentários foram tantos que o ex-atleta foi parar nos temas mais comentados do Twitter.

Aliás, não foi a primeira vez que ele tentou se eleger vereador. O ex-atleta chegou a ser filiado ao PT. Em 2012, pelo PSB e na chapa de Fernando Haddad (PT), conquistou 19.729 votos, mas não conseguiu a vaga. Quatro anos depois, estava no PRB, com Celso Russomanno, e piorou seu desempenho: 12.602 votos. Neste ano, ele escolheu o PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu e tinha Joice Hasselmann como candidata a prefeita. E a guinada total à direita lhe rendeu um “fiasco”: 7.574 votos.

Essa queda foi descrita pelo usuário Paulo Pacheco.

Já Rôdrigo Rodrigues disse que o ex-atleta “vendeu a alma para o diabo”.

O usuário Daniel Keppler disse que estava rindo do fracasso eleitoral do “vendido Marcelinho Carioca”.

Outro usuário lembrou a “democracia corintiana” e disse que Marcelinho merece desprezo.

Por fim, outro usuário publicou a foto de Sócrates, expoente da Democracia Corintiana, para dizer que Marcelinho “nunca será” como o Doutor.

Publicidade
Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR