CPI da Mamata: Freixo protocola pedido de comissão para apurar gastos com leite condensado

Deputado do PSOL destaca contratos firmados com o Ministério da Defesa, que somam mais de R$ 600 milhões; pasta comprou caixinha de leite condensado por R$ 162

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) anunciou em suas redes sociais nesta quarta-feira (27) que protocolou um pedido de abertura de CPI para investigar gastos de compras do governo Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido vem a reboque da divulgação que o governo gastou cerca de R$ 1,8 bilhão em 2020 com compras de “supermercado”, com destaque para R$ 15 milhões usados em leite condensado e mais de R$ 2 milhões em chicletes.

Uma investigação sobre o assunto já vinha sendo informalmente chamada como CPI da Mamata. Freixo destacou na publicação que quer apuração principalmente sobre “os contratos do Ministério da Defesa, que somam mais de R$ 600 milhões”.

A Fórum mostrou em reportagem que, em um dos contratos de compra  do Ministério da Defesa de setembro do ano passado, foram compradas duas caixas de leite condensado de 395 g, ao preço de R$ 162 cada. O mesmo produto pode ser encontrado em supermercados por valores ao redor de R$ 6. A compra foi feita sem licitação para  o 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado. O dado está disponível no Portal da Transparência.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR