Daniel Silveira ironiza prisão, volta a ameaçar ministros e cita tuite de Villas Bôas

"Eu vou colocar um por um de vocês nos seus devidos lugares", disse Daniel Silveira, enquanto policiais federais cumpriam ordem de prisão em sua casa, em Petrópolis (RJ). Assista ao vídeo

Ao receber em sua casa em Petrópolis, no Rio de Janeiro, a Polícia Federal (PF) com a ordem de prisão assinado por Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news no Supremo Tribunal Federal (STF), no fim da noite desta terça-feira (16), o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) gravou um vídeo com novas ameaças a ministros da corte e disse que vai “colocar um por um de vocês nos seus devidos lugares”.

“Ministro [Alexandre de Moraes], quero que você saiba que está entrando em uma queda de braço que não pode vencer. Não adianta você tentar me calar”, disse o deputado, ressaltando que foi preso mais de 90 vezes quando era policial militar no Rio de Janeiro.

Na sequência, ele fez novas ameaças, dando nome a ministros que já havia atacado no vídeo anterior, em que prega uma “surra” em Edson Fachin e chama os ministros de “ignóbeis”. Os ataques motivaram a decisão de Moraes, que destaca em letras garrafais que a ordem judicial deveria ser cumprida “imediatamente e independentemente de horário por tratar de prisão em flagrante delito”.

“Isso é combustível, um aditivo, para que eu continue a provar para o povo brasileiro quem são vocês que ocupam o cargo de ministros do STF. Tenha certeza, a partir daqui o jogo evoluiu um pouquinho. Eu vou dedicar cada minuto do meu mandato a mostrar quem é Alexandre de Moraes, a mostrar quem é Fachin, quem é Marco Aurélio Mello, quem é Gilmar Mendes, quem é [Dias] Toffoli, quem é [Ricardo] Lewandowski. Eu vou colocar um por um de vocês nos seus devidos lugares”, disse, ressaltando que “pelo meu país estou disposto a matar, morrer, sem preso”.

Villas Bôas
Preso, Daniel Silveira continuou tuitando durante a madrugada desta quarta-feira (17). No último tuíte, às 2h29, o deputado bolsonarista compartilha um discurso de Alexandre de Moraes pregando a “liberdade”. “Te lembra disso, Xande?”, ironizou.

À 1h02, Daniel Silveira compartilhou um tuíte com a “sequência dos fatos”, de José Carlos Sepúlveda, “sócio do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, assessor do Príncipe Dom Bertrand de Orleans de Bragança”, que cita as críticas de Edson Fachin sobre o tuíte do ex-comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, com ameaças ao STF antes do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula.

Silveira ainda ironiza os “esquerdistas que estão comemorando”. “Relaxem, tenho imunidade material. Só vou dormir fora de casa e provar para o Brasil quem são os ministros dessa suprema corte. Ser “preso” sob estas circunstâncias, é motivo de orgulho”.

E em outro tuite, afirma que a prisão estaria nos planos para o “espetáculo” que está preparando.

Publicidade

“Calma bebê, isso é só o aquecimento e está bem do jeito que queremos. Senta e espera o espetáculo”.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR