Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de Maio de 2016, 13h28

De novo: Bolsonaro elogia Médici e Ustra em ato no Rio de Janeiro

Parlamentar repetiu o gesto polêmico que fez durante o seu voto a favor do impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados; antes mesmo da fala de Bolsonaro, manifestantes de direita, em frente sua casa, gritavam o nome do coronel Brilhante Ustra, primeiro militar a ser reconhecido como torturador pela Justiça brasileira

Por Sul 21

Manifestantes fizeram neste domingo (1º) um ato em apoio ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), em frente ao condomínio onde mora o parlamentar, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. O ato, promovido pelo Movimento Direita, Já, foi realizado uma semana depois de um protesto contra o parlamentar, este coordenado pelo grupo Levante Popular, no mesmo local.

Bolsonaro também participou do ato deste domingo e discursou para seus apoiadores. Antes mesmo do discurso começar, manifestantes gritaram o nome do coronel Brilhante Ustra,que foi chefe do Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) em São Paulo, na época da ditadura militar.

O militar, falecido em 2015, já havia sido homenageado pelo próprio Bolsonaro, durante seu voto a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em 17 de abril, na Câmara dos Deputados. A menção a Ustra, primeiro militar a ser reconhecido, pela Justiça, como torturador durante a ditadura, gerou críticas a Bolsonaro e foi um dos motivos pelos quais o grupo Levante Popular fez o protesto da semana passada.

No discurso deste domingo, Bolsonaro voltou a exaltar o coronel Ustra, elogiou o presidente militar Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) e criticou a presidenta Dilma. “Lula e Dilma não fizeram nada para o Brasil nos últimos 13 anos”, disse Bolsonaro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum