Delegado Saraiva celebra ação contra Salles com salmo bíblico: “Cantem de alegria todas as árvores da floresta

O delegado foi retirado da PF do Amazonas após apresentar notícia-crime no STF contra o ministro do Meio Ambiente

O delegado Alexandre Saraiva, que foi retirado da PF do Amazonas após apresentar notícia-crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi às redes comemorar a ação da PF que, na manhã desta quarta-feira (19), cumpre mandado de busca e apreensão no Ministério do Ambiente.

De maneira irônica, Saraiva citou um Salmo ao compartilhar uma notícia sobre a operação. “Salmo 96:12: “Regozijem-se os campos e tudo o que neles há! Cantem de alegria todas as árvores da floresta”.

Durante depoimento em audiência pública na Comissão de Legislação Participativa (CLP) e Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDH) da Câmara dos Deputados o delegado Saraiva afirmou que “o ministro tornou legitima a ação de criminosos” na Amazônia ao comentar sobre a denúncia apresentada contra Salles. O delegado afirmou que houve um aumento da grilagem no último período.”

“Em linhas gerais, é isso que me motivou a fazer a notícia-crime”, afirmou. Na ação apresentada ao STF, o ex-chefe da PF amazonense mencionou dois crimes: advocacia administrativa e impedir ou embaraçar investigação de infração penal que envolva organização criminosa.

Ricardo Salles é alvo de operação da PF sobre corrupção e facilitação de contrabando

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é alvo de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (19). Entre os crimes supostamente praticados há a prática de corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e, especialmente, facilitação de contrabando.

Sob o nome de Operação Akuanduba, cerca de 160 policiais federais cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e nos estados de São Paulo e Pará. As medidas foram determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR