Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de outubro de 2016, 16h23

Depois de absolver policiais envolvidos no Carandiru, Ivo Sartori é denunciado no CNJ

Além da decisão, Sartori ainda declarou que a morte daqueles 111 presos “não foi um massacre, mas sim legítima de defesa” e que a imprensa estava sendo tendenciosa porque é financiada pelo crime organizado

Por Redação

O desembargador Ivo Sartori, que votou pela absolvição de 74 policiais militares envolvidos no Massacre do Carandiru, será denunciado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por abuso e falta de isonomia e impessoalidade.

Além da decisão, Sartori ainda declarou que a morte daqueles 111 presos “não foi um massacre, mas sim legítima de defesa” e que a imprensa estava sendo tendenciosa porque era financiada pelo crime organizado. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Entidades de direitos humanos como a Conectas Direitos Humanos, Vladimir Herzog, Fórum Brasileiro de Segruança Pública, Instituto Sou da Paz, entre outras encaminharam uma reclamação à presidente do CNJ, Carmen Lúcia.

Leia também

TJ anula julgamento dos PM’s envolvidos no Massacre do Carandiru


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum