Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de outubro de 2019, 07h40

Deputado bolsonarista diz que PSL está em guerra e fala em “luta corporal” em reunião da sigla

Bibo Nunes também mandou recado aos indecisos do partido e disse que não apoiar Bolsonaro é demonstrar "ingratidão"

Deputado Federal Bibo Nunes. (Foto: Lula Marques)

Ameaçado de expulsão do PSL, o deputado federal Bibo Nunes (RS) enviou um áudio ao grupo que faz parte com outros colegas deputados da sigla e explicitou a briga interna que envolve o PSL desde a semana passada. O deputado fala em “guerra” dentro do partido e que uma reunião poderia resultar em “luta corporal”.

“Reunião de bancada terça-feira eu sou totalmente contra. Nós já estamos com posição definida. Basta ver a posição do Bivar, que é uma pessoa que guarda raiva e rancor. O Julian [Lemos, aliado de Bivar]. Eu já to há um bom tempo nessa briga com eles, eu sei como é. O que pode acontecer é até uma luta corporal, eu to dando o jogo certo. Não vejo vantagem alguma”, disse o deputado.

“Queiram ou não, estamos numa guerra. Quem não aceita a guerra não entra nela, a verdade é essa”, continuou. No entanto, a reunião acabou ocorrendo, mas sem registro de pancadaria.

No começo do áudio, Nunes se dirige ao deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ) e solicita que ele saia do grupo até que decida se está ao lado do presidente Jair Bolsonaro ou de Luciano Bivar. Em outro momento, Nunes diz que o partido está passando uma “peneira bem fina” em quem pensa como Bolsonaro e quem quer uma “nova política”. Segundo ele, quem não apoia o presidente dentro do partido está interessado apenas em dinheiro de campanha e é “ingrato”.

 

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum