Entrevista exclusiva com Lula
20 de novembro de 2019, 13h58

Deputado que destruiu exposição antirrascismo no Congresso diz que negros são maioria no tráfico

Parlamentar foi repreendido pelo presidente da Câmara

O deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) parece não estar nem um pouco arrependido de ter quebrado um quadro, nesta terça-feira (19), que mostrava a charge de um policial que teria atirado em um jovem negro vestindo uma camisa com a bandeira do Brasil. A atitude do parlamentar foi repudiada por vários outros congressistas, inclusive pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) que repreendeu o militar no plenário.

Uma prova de que Tadeu não está arrependido da sua atitude foi a declaração racista que deu nesta quarta-feira (20) para o Jornal do Brasil. Para ele, os negros morrem mais em confronto com a polícia porque são maioria dentro do tráfico de drogas.

“O tráfico absorve uma boa parte das pessoas que moram nas comunidades, e a maioria dessas pessoas é de origem negra. Então, o resultado disso é que, em confronto com policiais, as que estão no tráfico acabam sendo vitimadas no confronto. E aí, se a maioria é negra, o resultado só pode ser esse”.

O Coronel Tadeu justificou a sua atitude dizendo que os policiais não podem ser criminalizados. “Desnecessária e inoportuna manifestação de desonra e generalização de ilegalidade na atuação dos policiais”, escreveu o deputado no pedido feito para que o quadro não retorne a exposição sobre o mês da Consciência Negra na Câmara.

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública de 2019, 75,4% dos mortos em intervenções policiais são negros.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum