Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de janeiro de 2016, 17h37

Deputado tucano não separa ator de personagem e bate boca com Zé de Abreu

Pelo Facebook, o deputado federal Jorge Pozzobom (PSDB-RS) criticou o personagem interpretado pelo ator Zé de Abreu na novela "A Regra do Jogo", como se, por meio de sua interpretação, fizesse uma "propaganda" do PT; "É uma besta tucana (...) Confundir o ator com o personagem é próprio de crianças", rebateu Abreu

Pelo Facebook, o deputado federal Jorge Pozzobom (PSDB-RS) criticou o personagem interpretado pelo ator Zé de Abreu na novela “A Regra do Jogo”, como se, por meio de sua interpretação, fizesse uma “propaganda” do PT; “É uma besta tucana (…) Confundir o ator com o personagem é próprio de crianças”, rebateu Abreu

Por Sul 21

O deputado estadual Jorge Pozzobom (PSDB) entrou em uma polêmica com o ator José de Abreu nos últimos dias. Primeiramente, o deputado criticou uma postura do personagem Gibson, vivido por Abreu na novela ‘A Regra do Jogo’, e fez a ligação com a conduta do PT, partido que ela acusa o ator de ser “garoto-propaganda”. Posteriormente, o artista respondeu afirmando que confundir ator com personagem era “coisa de criança”

Tudo começou no dia 6 de janeiro, quando o deputado Pozzobom fez uma postagem em seu Facebook em que afirmou: “Assistindo novela agora, José de Abreu garoto propaganda do PT, na falsidade com sua família demonstra claramente qual o partido que representa. O que tu achas?”.

Nesta quarta-feira (7), respondendo a uma postagem de um seguidor sobre o assunto, o ator respondeu, em seu Twitter, chamando o deputado de “besta tucana”.

Posteriormente, o ator fez uma série de postagens direcionadas ao deputado gaúcho.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum