Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de junho de 2016, 13h52

Cultura do estupro: Em ato de mulheres no Rio, Dilma condena violência contra a mulher

Lembrando dos últimos casos de violência contra mulheres, a presidente condenou a cultura do estupro e a segregação que imperam no país

Por Redação*

O ato Mulheres pela Democracia começou no Largo da Carioca, nesta quinta-feira (2), por volta das 17h e reuniu 25 mil pessoas em seu ponto final, a Praça XV, de acordo com a organização. Em discurso, a presidenta Dilma Rousseff afirmou ser seu dever lutar para garantir a dignidade da mulher brasileira.

A presidenta também reiterou sua inocência e classificou o processo de impeachment como um golpe, além de uma maneira de desvirtuar as investigações de corrupção que incluem o presidente interino Michel Temer e o presidente da Câmara afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A plateia do ato era majoritariamente feminina e, de mulher para mulheres, a presidenta lamentou que a secretária das mulheres do governo interino tenha se manifestado contra o aborto em casos de estupro. Para Dilma, essa é uma pequena conquista das mulheres, prevista em lei, e as opiniões pessoais da secretária não devem se sobrepor à lei.

Quanto ao governo interino, que em 20 dias perdeu dois ministros em escândalos, a presidenta se mostrou preocupada com o descaso em relação às conquistas sociais – como o Bolsa Família -, com a educação e com a extinção do Ministério da Cultura.

*Informações de Agência Brasil 

Foto: Roberto Stuckert Filho


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum