#Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 13h26

Dilma: “Haddad foi condenado por um crime que não cometeu. Uma sandice jurídica”

Ex-presidenta usou o Twitter para dizer que o ex-ministro é alvo de perseguição por ter feito 47 milhões de votos no ano passado

Foto: Reprodução/ TV Globo

A ex-presidenta Dilma Rousseff fez críticas contundentes ao Judiciário brasileiro, em consequência da condenação de Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, por falsidade ideológica na eleição municipal de 2012. Ainda cabe recurso da decisão.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

“Desde o golpe o Brasil assiste a condenações sem provas por crimes que não foram cometidos. Agora, Haddad foi condenado por um crime que não cometeu e do qual sequer foi acusado. Uma sandice jurídica. Haddad é alvo de perseguição por ter feito 47 milhões de votos no ano passado”, tuitou Dilma.

Haddad já havia rechaçado a decisão. “Levei quatro anos da minha vida para provar que o Ricardo Pessoa (ex-presidente da UTC) havia mentido na delação dele. O juiz afastou essa acusação. E o que ele fez? Me condenou por algo de que não fui acusado”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum