Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de janeiro de 2020, 15h04

Ditadora boliviana pede a renúncia de todos os ministros e fala em “transição democrática”

Segundo uma de suas ex-ministras, a decisão de Áñez de se candidatar nas próximas eleições presidenciais contraria o discurso que o atual governo imposto pelos militares vinha defendendo até agora

Jeanine Áñez (Reprodução/YouTube)

Neste domingo (26), a ditadora Jeanine Áñez, que assumiu o poder na Bolívia após o golpe de Estado de 10 de novembro de 2019, pediu a renúncia de todos os seus ministros. Segundo a senadora, que foi imposta como presidenta pelos militares, a decisão visa “preparar uma nova etapa da transição democrática”.

No entanto, a medida aconteceu logo após a renúncia da ministra da Comunicação, Roxana Lizárraga, que não gostou do fato de Áñez se apresentar como candidata para a eleição presidencial, marcada para o dia 3 de maio. Lizárraga abandonou o cargo horas depois de Áñez anunciar oficialmente sua candidatura.

Segundo a ex-ministra, a decisão de Áñez de competir contraria o discurso que o atual governo imposto pelos militares vinha defendendo até agora: “é claro que nosso governo transitório perdeu seus objetivos. Não se pode ocultar que o governo de Áñez está começando a cometer os mesmos erros que o MAS (Movimento ao Socialismo, partido de Evo Morales) vinha cometendo, ao querer continuar no poder”, afirmou Lizárraga.

Por sua vez, Áñez afirmou, no comunicado que justifica o pedido de renúncia de todos os ministros, que “é comum que, nas vésperas da inscrição de candidaturas, sejam feitos ajustes na equipe de trabalho do Executivo, e é por isso que pedimos a renúncia dos ministros”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum