Fórumcast #20
17 de junho de 2016, 19h28

“Ponte para o futuro”: Dono do helicóptero com cocaína é nomeado para o Ministério do Esporte

Gustavo Perrella ficou famoso depois que um helicóptero da sua empresa foi apreendido com quase meia tonelada de cocaína durante uma operação da PF que investigava empresários brasileiros que comandavam um esquema de tráfico de drogas que vinha direto da Colômbia para abastecer cartéis mexicanos de Sinaloa e Los Zetas

Por Redação

O ex-deputado estadual mineiro, Gustavo Perrella, foi nomeado nesta sexta-feira (17) pelo Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, para o cargo de Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor. Ele ficou famoso depois que um helicóptero da sua empresa foi apreendido com quase meia tonelada de cocaína.

O piloto do helicóptero era funcionário do gabinete de Perrella na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O deputado chegou a ser investigado pela Policia Federal, mas foi absolvido sob a alegação de que o piloto pegou o helicóptero sem autorização.

Além desse caso, Perrella também usou R$ 14 mil de verba parlamentar para abastecer a aeronave que foi devolvida a sua família pela Justiça Federal em 2014.

Veja também:  E a Amazônia? Redes sociais questionam pouca atenção dada a queimadas no governo Bolsonaro

A apreensão da aeronave fez parte de uma operação da PF que investigava empresários brasileiros que comandavam um esquema de tráfico de drogas que vinha direto da Colômbia e ia para Honduras. De lá a droga era entregue a cartéis mexicanos de Sinaloa e Los Zetas.

Gustavo Perrella é filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), um dos representantes da bancada da bola no Congresso. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia também

Quem são os Perrella, envolvidos no “escândalo do helicóptero”


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum