Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
25 de fevereiro de 2017, 09h10

Doria varre o sambódromo e é vaiado pelo público

Depois de improvisar dança de gringo, Dória atacou novamente de gari no sambódromo e foi vaiado pelo público. Sobre a venda do Anhembi, o prefeito disse que há muito interesse e que logo o negócio deverá ser fechado.

Depois de improvisar dança de gringo, Dória atacou novamente de gari no sambódromo e foi vaiado pelo público. Sobre a venda do Anhembi, o prefeito disse que há muito interesse e que logo o negócio deverá ser fechado.

Da Redação com Informações do G1

O prefeito de São Paulo, João Doria, foi na noite desta sexta-feira (24) pela primeira vez ao sambódromo e foi vaiado pelo público. Primeiro improvisou dança que lembrava a de um gringo quando tenta sambar.

A dança de gringo de João Doria

Após a passagem da Tom Maior pela passarela do samba, saiu do camarote da Prefeitura e foi até a pista, onde sambou ao lado dos garis que faziam a limpeza para a passagem da próxima escola.

Quando pegou a vassoura e começou a varrer, parte do público começou a gritar xingamentos. Rapidamente, ele foi puxado pelos assessores de volta para o camarote. Indagado sobre a reação do público, ele respondeu: “Teve mais aplauso. Ninguém é unanimidade”. Depois, disse que “faz parte”.

Privatização do Anhembi

Doria também disse que até o carnaval do próximo ano o Anhembi ainda deverá ser público, mas que há grande interesse de investidores na compra. “O Anhembi vai ser um dos itens de maior valor no programa de privatização. […] Essa viagem [feita por Doria] ao Oriente Médio, a propriedade do Anhembi revelou muito interesse dos investidores”, afirmou.

Segundo ele, mesmo após a venda do complexo, o local continuará sendo o espaço do desfile das escolas de samba. Perguntado se a privatização do Anhembi vai encarecer o preço dos ingressos no sambódromo, Doria disse que “deve diminuir”.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum