sábado, 19 set 2020
Publicidade

Eleições nos EUA: “Medo de Trump não é suficiente para que eu apoie Hillary”, diz atriz

Susan Sarandon, atriz estadounidense ganhadora de Oscar, declarou seu apoio à candidata do Partido Verde, Jill Stein, em carta publicada nas redes sociais

Por Opera Mundi

Às vésperas das eleições dos Estados Unidos que acontece na próxima terça-feira (08/11), a atriz estadounidense Susan Sarandon declarou nesta quarta-feira (02/11) em entrevista ao programa Newsnight, “não voto com minha vagina”, ao ser questionada sobre a importância de uma mulher na presidência.

Em nota publicada nas redes sociais, atriz ganhadora do Oscar afirmou que “medo de Donald Trump não é suficiente para que eu apoie Hillary, com o seu histórico de corrupção”, e declarou seu apoio à candidata do Partido Verde, Jill Stein.

Em entrevista para o programa da BBC, Sarandon, de 70 anos, disse estar mais preocupada com questões ambientais. “Água é tudo, e o que acontece nesta eleição não vai importar se não tivermos água”, afirmou.

Durante as primárias para a indicação do candidato democrata, Sarandon foi uma das maiores defensoras de Bernie Sanders, senador quase desconhecido em nível nacional até então e que se definia como “socialista” e que disputou a vaga até o final com Hillary.

Com a vitória de Hillary, no entanto, Sarandon escolheu respaldar a candidata do Partido Verde, alegando que ela “representa tudo que acredito” e “um terceiro partido é necessário e viável neste momento”.

“A razão de estarmos nesta situação (de crise social, política e ambiental) é porque todo mundo está votando no menor dos males há muito tempo”, criticou Sarandon, e ainda afirmou não precisar fazer uma escolha que vai contra seus interesses.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.