Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de março de 2017, 15h10

Eliane Catanhêde provoca Eduardo Guimarães no Twitter e recebe resposta à altura

Blogueiro, que foi alvo de condução coercitiva a mando do juiz Sergio Moro, reagiu à declaração da apresentadora da GloboNews de que ele seria um "aventureiro" e não um jornalista.

Blogueiro, que foi alvo de condução coercitiva a mando do juiz Sergio Moro, reagiu à declaração da apresentadora da GloboNews de que ele seria um “aventureiro” e não um jornalista

Por Redação

A apresentadora da GloboNews Eliane Catanhêde usou o seu perfil no Twitter para provocar o blogueiro Eduardo Guimarães, alvo de condução coercitiva nessa semana a mando do juiz federal Sergio Moro.

A ação do magistrado tem gerado controvérsia e é vista por muitos como um atentado à liberdade de expressão. Guimarães é editor, há 12 anos, do Blog da Cidadania e está sendo pressionado a revelar suas fontes em uma investigação da Operação Lava-Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Sigilo de fonte é garantia constitucional para jornalista, não para qualquer aventureiro”, escreveu Catanhêde em resposta a uma publicação do jornalista Kennedy Alencar, que defendeu a tese de que a medida contra o blogueiro foi abusiva. “Abrir um blog qualquer não transforma ninguém em jornalista”, ela comentou com uma seguidora.

Em meio à reação dos internautas à declaração da apresentadora, o próprio Eduardo Guimarães rebateu em seguida. “Não esqueça de dizer que você recorreu a este ‘aventureiro’ para buscar informações para você na Venezuela”, escreveu. A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e a ONG Repórteres Sem Fronteiras já se posicionaram em defesa do blogueiro no episódio envolvendo a Lava-Jato.

eliane2


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum