Em 2 anos, Mourão gasta R$ 194 mil com roupa de cama, utensílios de cozinha e materiais esportivos

Segundo o Metrópoles; compras da Vice-Presidência incluíram lençóis de algodão egípcio, aparelho de jantar de porcelana e esteira elétrica

Entre 2019 e 2020, a vice-presidência da República fez compras para o gabinete de Hamilton Mourão (PRTB) e sua residência oficial, o Palácio do Jaburu, que somaram R$ 194 mil.

As informações foram compiladas pelo Metrópoles com base no Portal de Compras do Governo Federal, além dos portais de pregões e de compras do Ministério da Economia.

Os dados dão conta de que três editais se destinaram à aquisição de enxoval para o Palácio do Jaburu. Entre os itens adquiridos, houve especificação para lençóis brancos, de algodão egípcio, para as camas de tamanho Queen do Palácio do Jaburu. Esses três editais somaram cerca de R$ 50 mil, segundo o Metrópoles.

Ao menos quatro editais foram destinados à compra de material esportivo. Foram bolas de tênias, de futebol e de vôlei, uma esteira elétrica e uma multiestação de musculação. O valor gasto foi de quase R$ 80 mil.

A cozinha do Palácio do Jaburu e o serviço de jantar também foram reforçados. As compras de quase R$ 64 mil incluíram taças de vinho e licor, uma bandeja giratória para queijos, aparelho de jantar de porcelana, além de misturador de suco com acabamento em estilo murano e uma tábua de pizza em mogno africano, segundo a especificação do edital.

Leite condensado

O governo Bolsonaro gastou, em 2020, R$ 1,8 bilhão em compras de supermercado, segundo levantamento do Metrópoles. O valor de R$ 15.641.777,49 usado apenas com leite condensado chamou a atenção e provocou até memes nas redes sociais.

Mas a lista contém outros gastos que igualmente repercutiram, como os de R$ 1.042.974,22 em alfafa, de R$ 2.203.681,89 em chicletes, R$ 8.866.958,69 em bombons, R$ 31.545.337,34 de refrigerantes e R$ 16.582.463,23 em batata frita embalada.

Veja o levantamento do Metrópoles sobre os gastos da Vice-Presidência aqui.

Notícias relacionadas

· Em 2020, Governo Bolsonaro gastou R$ 15 milhões em leite condensado

·   Milhões em leite condensado gastos por Bolsonaro rendem memes na internet. Veja aqui

·  Governo Bolsonaro gastou R$ 1 mi em alfafa, R$ 2 mi com chiclete e R$ 6,6 mi com bombom

·  Deputado Paulo Pimenta quer CPI da Mamata para investigar R$ 15 milhões de Bolsonaro com leite condensado

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR