Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de agosto de 2016, 09h22

Em 2014, Flávio Bolsonaro debochou quando Dilma passou mal em debate

Candidato a prefeito do Rio de Janeiro abandonou o debate da Band ao dizer ter sofrido uma queda de pressão, mas ironizou quando Dilma se sentiu mal ao vivo: "sua única saída será desmaiar".

Candidato a prefeito do Rio de Janeiro abandonou o debate da Band ao dizer ter sofrido uma queda de pressão, mas ironizou quando Dilma se sentiu mal ao vivo: “sua única saída será desmaiar”

Por Redação

O candidato a prefeito do Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro (PSC) precisou deixar o debate realizado na TV Bandeirantes, ontem (25) à noite, após passar mal ao vivo. Ele disse ter tido uma queda de pressão, não respondeu uma das perguntas e abandonou o local.

A também candidata Jandira Feghali (PCdoB), que é médica, se ofereceu para prestar socorro, mas foi impedida pelo pai de Flávio, Jair Bolsonaro. “A solidariedade não faz parte desse grupo fascista”, protestou a deputada.

Com a repercussão do caso, internautas resgataram uma publicação feita pelo político em 2014, quando a presidenta Dilma Rousseff disputava a reeleição e não se sentiu bem depois de um debate no SBT.

Na ocasião, a própria repórter que a entrevistava a segurou e a acompanhou até uma cadeira. No Twitter, Flávio debochou da situação e escreveu: “Dilma está levando uma surra moral de Aécio no debate, sua única saída será desmaiar”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum