Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de fevereiro de 2016, 18h24

Em novo aplicativo, manifestante pode denunciar PM na hora

Aplicativo de celular foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite identificar o tipo de corporação, a ocorrência e a localização do fato, além de anexar vídeos, áudios e fotos. O objetivo é coibir desvios de conduta e casos de violência policial.

Aplicativo de celular foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite identificar o tipo de corporação, a ocorrência e a localização do fato, além de anexar vídeos, áudios e fotos. O objetivo é coibir desvios de conduta e casos de violência policial

Por Redação

Um aplicativo de celular, batizado de “Projeto Vigilante”, foi desenvolvido pela ONG EvoBra e permite que manifestantes façam denúncias de atitudes praticadas por policiais na mesma hora. Ele pode estocar até 10 mil queixas, identifica o tipo de corporação (polícia civil, militar, federal ou guarda metropolitana), a ocorrência e a localização, além de anexar vídeos, fotos e áudios. Em seguida, o problema é comunicado para os órgãos competentes.

A EvoBra deve lançar, ainda nesta semana, uma campanha de financiamento coletivo na internet para arrecadar cerca de R$ 20 mil para a manutenção do projeto, que pretende ser uma ferramenta a mais para coibir desvios de conduta e casos de violência policial. O aplicativo é gratuito e voltado para usuários do sistema Android, mas a ideia é que seja estendido também para iPhone e Windows Phone.

Veja também:  "É só comparar": Lula publica vídeo de entrevista falando sobre Amazônia na época em que era presidente

* Com informações da Folha de S. Paulo


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum