Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de outubro de 2016, 17h25

Em vídeo, Crivella assume que entrou na política porque foi obrigado pela Universal

“Aceitei porque na Igreja Universal você não tem opção”, disse o candidato em um encontro com grupo de pastores e fiéis da igreja Assembleia de Deus do Rio de Janeiro, provavelmente em abril de 2011

Por Redação

O candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), disse em um vídeo divulgado pelo jornal O Globo que ele não virou senador em 2002 porque queria seguir uma carreira política, mas que se candidatou porque foi obrigado pela Igreja Universal, da qual é bispo licenciado e sobrinho do fundador, Edir Macedo.

“Devido à repercussão da Fazenda Canaã, fui desta vez enviado para a política. Confesso que naquele instante fiquei triste. Aceitei porque na Igreja Universal você não tem opção. Na Igreja Universal, quem conhece a Igreja Universal, você não tem muita opção, você vai, você tem que ir”, disse.

Ele disse que naquele momento rezou e prometeu que não deixaria um filho seu seguir para a carreira da política.

“Mas eu me lembro que naquele dia fiz uma oração. Eu disse o seguinte: meu Deus, eu não tiraria um filho do altar para a política”, completou.

O vídeo foi gravado durante um encontro com grupo de pastores e fiéis da igreja Assembleia de Deus do Rio de Janeiro, provavelmente em abril de 2011.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum