Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de outubro de 2018, 17h39

Emidio de Souza: Pela democracia e por mais direitos – #HaddadSim

A primeira tarefa é não cair no discurso da mídia e não se deixar levar por pesquisas. Não podemos cair nas armadilhas do já ganhou e muito menos do já perdeu

Foto: Divulgação/PT

Por Emidio de Souza*

A eleição do Fernando Haddad e o fortalecimento da democracia estão nas nossas mãos. É chegada a hora de todos aqueles que sabem das conquistas sociais, da estabilidade econômica, do respeito às instituições e veem que os governos petistas acabaram com a invisibilidade do povo pobre, sair de cima do muro e endossar a nossa luta pela dignidade das pessoas, o respeito aos direitos humanos e a justiça social.

Essa eleição está polarizada entre nós, que queremos colocar o povo no Orçamento do Governo, e o outro campo, que só quer tirar direitos das mulheres, dos trabalhadores, das trabalhadoras, da juventude e dos aposentados.

No segundo turno, a candidatura do Haddad uniu o campo democrático popular e se consolidou como principal instrumento para barrar o avanço das forças conservadoras, unir o país e fazer o povo feliz de novo.

Faltam poucos dias para votarmos #HaddadSim. Até lá, temos tarefas importantes. A primeira delas é não cair no discurso da mídia e não se deixar levar por pesquisas. Não podemos cair nas armadilhas do já ganhou e muito menos do já perdeu.

A segunda tarefa é combater as mentiras. É necessário também que cada pessoa se dedique a dialogar e explicar o que está em jogo. Não podemos permitir que fake news confundam os eleitores. Por isso, não podemos medir esforços para espalhar a verdade e desmentir boatos.

O resultado ainda está em aberto. Temos um objetivo e reafirmamos o nosso projeto de desenvolvimento econômico com inclusão social, implantados nos governos do PT. É pela democracia e em nome disso que lutamos.

Jamais vamos esmorecer diante desse discurso de ódio.

Temos legado e projetos para apresentar. Precisamos dialogar. Tem muita gente descontente com o sistema político e que não entendeu o que está em jogo.

A saída é pela democracia.

A história nos cobra atitude. O Brasil é de todos. A responsabilidade com o futuro cobra posicionamento.

Com resiliência e disposição, vamos chegar ao dia 28 com a certeza de que, em 2019, o Brasil vai voltar à rota do desenvolvimento, com uma democracia forte e esperança de dias melhores.

Pela democracia, venceremos!

*Emidio de Souza é secretário nacional de Finanças e Planejamento do PT e deputado estadual eleito


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum