Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de junho de 2016, 17h35

Empresário que hostilizou Padilha em restaurante é citado 18 vezes em delação da Lava Jato

O advogado Danilo Amaral, que ironizou gastos com mais médicos e hostilizou o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha em uma churrascaria é sócio de empresa que recebeu 30 milhões em esquema da Petrobras.

O advogado Danilo Amaral, que ironizou investimentos com o programa Mais Médicos e hostilizou o ex-ministro da Saúde em uma churrascaria é sócio de empresa que recebeu 30 milhões em esquema da Petrobras, de acordo com delação da família Machado

Por Redação

Em maio de 2015, em uma churrascaria de São Paulo, o empresário Danilo Amaral hostilizou Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde, criticando os investimentos com o programa Mais Médicos. O vídeo foi gravado por uma amigo do advogado e foi parar nas redes sociais.

Ganhando fama pelas ironias e pela performance, Amaral foi procurado por veículos midiáticos e teve sua história e carreira relatadas em algumas publicações. Durante a delação da família de Sérgio Machado – ex-presidente da Transpetro – sobre o pagamento de cerca de R$30 milhões em contratos de prestação de serviços da empresa – pagos em valor acima do mercado para recebimento de recursos ilícitos – Amaral foi citado 18 vezes.

Durante a delação, entretanto, Expedito Machado Neto, filho caçula de Sérgio Machado, afirmou que Danilo Amaral não sabia das transações e não tinha conhecimento da ilegalidade dos contratos. Did, como é conhecido, diz ainda que Amaral ficou desconfortável quando Machado apareceu nas investigações da operação Lava Jato.

Amaral também foi citado na delação do próprio Sérgio Machado, outro envolvido no esquema.

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum