terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Enquanto Brasil bate recorde de mortes, Bolsonaro diz que fará churrasco para 30 pessoas

O presidente Jair Bolsonaro planeja mais uma vez desrespeitar as recomendações das autoridades de saúde e prejudicar o combate à pandemia de coronavírus. Nesta quinta-feira (7), ele disse que fará um churrasco no próximo sábado (9) para “uns 30” convidados, em nova investida contra o isolamento social necessário para conter a transmissão do vírus.

“Vou fazer churrasco sábado aqui em casa. Vamos bater um papo, quem sabe uma peladinha. Devem ser uns 30 (convidados). Não vai ter bebida. Vai ter vaquinha, R$ 70,00”, afirmou o presidente, ao retornar para o Palácio da Alvorada, no final do dia .

Nesta quinta, o Brasil registrou um total de quase 10 mil mortes por coronavírus. O número de infectados confirmados passa de 135 mil casos, com uma taxa de crescimento que preocupa especialistas em todo o mundo.

O presidente também avisou que quer visitar a mãe dele daqui a umas duas semanas. A mãe do presidente, dona Olinda Bolsonaro, de 93 anos, mora em Eldorado, região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, a 248 quilômetros da capital paulista.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro tem realizado atividades contrárias às recomendações de isolamento social. Em Brasília, por mais de uma vez, ele visitou o comércio local, causando aglomeração, e participou de manifestações contra a democracia.

Ricardo Ribeiro
Ricardo Ribeiro
Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.