Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h05

Entidades lançam campanha pela desmilitarização das PMs

Na XI Conferência Nacional dos Direitos Humanos, realizada em dezembro de 2008, entidades e setores do poder público aprovaram, como diretriz da Política Nacional de Direitos Humanos, a luta pela desmilitarização das polícias militares estaduais. Agora, a campanha está recolhendo assinaturas via internet pare serem entregues à Presidência da República, à Secretaria Especial de Direitos Humanos, ao Ministério da Justiça, ao Senado e à Câmara dos Deputados.

A proposta foi apresentada na conferência pelo Centro Santo Dias de Direitos Humanos da Arquidiocese de São Paulo em conjunto com outros grupos da sociedade civil. Esses movimentos argumentam que a desmilitarização é “um passo fundamental para a reforma estrutural das polícias em nosso país”.

Com a transferência das forças armadas para o poder civil, argumentam os ativistas, é possível haver um controle social maior, o que pode reduzir arbitrariedades policiais, além de melhorar as condições de trabalho do próprio policial sem a pressão da hierarquia militar. Por fim, as entidades defendem que a desmilitarização da polícia faz parte da democratização do país em todos os seus âmbitos.

O documento aponta para a necessidade de alteração do artigo 144 da Constituição Federal e dos artigos 42, §1o., 142, §§2o. e 3o, da CF/1988.

Ação violenta
A cidade do Rio de Janeiro é o local onde a Polícia Militar tem ação mais violenta do mundo, já que um a cada cinco homicídios são de autoria da PM. O índice é muito superior ao considerado aceitável pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec) da Universidade Cândido Mendes, que analisa os dados das secretarias de segurança estaduais sobre regiões metropolitanas. No Brasil, além do Rio, apenas São Paulo divulga estatísticas a respeito e também apresenta índices mais elevados do que outros países. Nos primeiros nove meses de 2007, a PM foi responsável por 12% dos homicídios.

Para assinar a petição pela desmilitarização das PMS estaduais, clique aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags