“Erundinamóvel” vai levar vice de Boulos às ruas para reforçar campanha

Veículo adaptado como um “papamóvel” vai deixar candidata, que é do grupo de risco para a Covid-19, isolada; estratégia é captar o eleitorado que a ex-prefeita tem na periferia

A partir da próxima quinta-feira (29), a campanha de Guilherme Boulos (PSOL) à Prefeitura de São Paulo vai colocar nas ruas o “Erundinamóvel”. Trata-se de um carro adaptado para que a vice na chapa, a ex-prefeita Luiza Erundina, 85 anos, possa participar das agendas de rua na disputa à Prefeitura de São Paulo.

O veículo, uma Saveiro adaptada com uma cabine de acrílico, permitirá à deputada federal fazer campanha em segurança, num modelo inspirado no Papamóvel. Ela ficará o tempo todo dentro da estrutura quando estiver nas ruas.

Por sua idade, a deputada federal está no grupo de risco para a Covid-19. Por isso, ela não vinha comparecendo a eventos de rua, para evitar que fosse contaminada pelo novo coronavírus.

A ideia é, principalmente, atrair o eleitorado que a ex-prefeita tem na periferia da cidade. Além disso, segundo o partido, Erundina vai tanto a compromissos com Boulos como sozinha, o que deve dobrar a capacidade de inserção de campanha nas ruas.

Até aqui, Erundina vinha participando da campanha virtualmente, por meio de lives em redes sociais e aparições em vídeo em eventos.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.