Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de outubro de 2016, 10h50

Esfaqueada, travesti apanha e é humilhada em hospital à espera de atendimento

Nátyla Mota, de 21 anos, chegou a levar um tapa no rosto enquanto pedia socorro em um hospital de Maiquinique, na Bahia. Alerta: imagens fortes.

Nátyla Mota, de 21 anos, chegou a levar um tapa no rosto enquanto pedia socorro em um hospital de Maiquinique, na Bahia. Alerta: imagens fortes

Por Redação

Na última semana, um vídeo se espalhou pelas redes sociais ao mostrar a travesti Nátyla Mota, de 21 anos, no chão de um hospital, sangrando, após ser esfaqueada em um evento político no município de Maiquinique, na Bahia.

O episódio chamou a atenção devido à violência com que a jovem foi tratada, chegando a levar um tapa no rosto enquanto esperava atendimento. Ela tentou pedir socorro, mas foi ignorada por várias pessoas que transitavam pelo local.

O delegado Irineu Alves Andrade esteve no Hospital Cristo Redentor, colheu informações para dar início às investigações e ativistas do movimento LGBT da região planejam uma manifestação para alertar sobre o ocorrido. O estado de saúde de Nátyla permanece estável.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum