Fórumcast #19
10 de setembro de 2013, 14h41

Estado pagará pensão para família de Amarildo

Em sua decisão, desembargador determinou, também, que parentes do pedreiro terão tratamento psicológico

Em sua decisão, desembargador determinou, também, que parentes do pedreiro terão tratamento psicológico

Por Redação

Nas ruas, durante manifestações, a pergunta se repete: “Cadê o Amarildo?” (Foto: Reprodução)

A família do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, desaparecido desde o dia 14 de julho, receberá uma pensão no valor de um salario mínimo que será paga pelo governo do estado do Rio de Janeiro.

A decisão é do desembargador Lindolpho Morais Marinho, da 16º Câmara Cível, que afirmou ser “inequívoco”que a família de Amarildo passa por “privações materiais e imateriais.”

O governo do Rio tem cinco dias para cumprir a determinação judicial que prevê também tratamento psicológico para os familiares de Amarildo no valor de R$ 300, por sessão.

O Brasil continua sem saber o destino de Amarildo, de 47 anos, morador da Rocinha que desapareceu no dia 14 de julho após abordagem realizada por agentes da UPP instalada na comunidade.

A Delegacia de Homicídios (DH) realizou, no último dia 9, mais uma simulação do trajeto feito pela viatura da UPP que conduziu Amarildo. O laudo pericial deve ficar pronto em 20 dias.

Veja também:  Criança de 7 anos faz oração emocionante no enterro de seu irmão, morto em operação no RJ

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum