O que o brasileiro pensa?
17 de junho de 2020, 18h15

Estratégia de Bolsonaro para proteger deputados aliados “não deu certo”, diz Moro

Ex-ministro lembrou que o inquérito das fake news foi apontado pelo presidente como razão para a interferência na Polícia Federal

Sérgio Moro: Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou nesta quarta-feira (17) que a estratégia do presidente Jair de tentar proteger seus apoiadores trocando o comando da Polícia Federal “não deu certo”, um dia depois de 11 parlamentares bolsonaristas terem sigilos bancários quebrados e 21 aliados serem alvo de buscas da PF.

“O inquérito das fake news foi apontado pelo próprio presidente como um dos motivos para a troca de comando na PF. Como revelei publicamente esse fato, a estratégia não deu certo, pois o ministro Alexandre de Moraes blindou essa investigação e também o inquérito que apura os atos antidemocráticos, determinando a permanência da mesma equipe da PF à frente de ambas”, disse Moro à coluna da jornalista Bela Megale, no jornal O Globo..

Quando pediu demissão, Moro acusou Bolsonaro de interferir na PF e exigir um delegado-geral mais amigável. Ele chegou a mostrar uma mensagem do presidente em que ele dizia “mais um motivo para a troca na PF”, compartilhando uma reportagem sobre o início da investigação.

“Isso só confirma a importância de nós preservarmos a polícia de investigação contra a interferência política”, completou Moro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum