domingo, 27 set 2020
Publicidade

Ex-secretário do Rio entrega provas contra Witzel em delação sobre corrupção na Saúde

Preso em investigação que apura desvio de recursos na compra de equipamentos médicos e nas ações de combate ao coronavírus no Rio de Janeiro, o ex-secretário de Saúde do estado Edmar Santos entregou provas que ligam o governador Wilson Witzel ao esquema de corrupção.

As provas fazem parte de um acordo de delação firmado por Santos com a Procuradoria-Geral da República e foi revelado pela coluna Radar, da revista Veja. O acordo estabelece a apresentação de evidências concretas contra o governador e a devolução de 8,5 milhões de reais à Justiça.

Na última sexta-feira (10), o Ministério Público prendeu o ex-secretário na casa dele, em Botafogo, na zona sul do Rio, e apreendeu mais de R$ 6 milhões em dinheiro, escondidos em propriedades ligadas à ele.

Ricardo Ribeiro
Ricardo Ribeiro
Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.