Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h14

Exército mata jovem e impede regresso de Zelaya

Manuel Zelaya foi ontem impedido de regressar às Honduras, conforme estava anunciado. O exército, com centenas de efetivos e veículos militares, ocupou a pista do Aeroporto de Toncontín, na capital Teguciglapa, não permitindo que o presidente hondurenho pudesse regressar ao país. O avião ainda sobrevoou o aeroporto, tentando sem sucesso fazer-se à pista.

No avião venezuelano onde seguia Zelaya viajavam também muitos jornalistas internacionais, que registaram a sua indignação: "se tivesse pará-quedas, lançava-me". Obrigado a desistir da aterragem, Zelaya seguiu para o vizinho El Salvador, onde foi também recebido por manifestantes solidários.

Zelaya havia apelado a que "todos os agricultores, moradores, índios, jovens e todos os trabalhadores, grupos de empresários e amigos" se manifestassem pacificamente no aeroporto à sua chegada. O apelo teve eco em milhares de pessoas, que se organizaram numa Marcha contra o golpe de Estado (vídeo aqui) e se concentraram nas imediações do aeroporto a partir da manhã de ontem.

O exército reprimiu os manifestantes, alegadamente por tentarem invadir a pista do aeroporto, disparando contra a multidão, o que provocou a morte de um jovem de 19 anos. Muitas outras pessoas tiveram ainda que receber assistência hospitalar, por terem sido atingidas por gás lacrimogéneo e gás mostarda.

Por Esquerda.net. Foto por Christian C.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags