Facebook e Instagram também apagam postagens de Bolsonaro

A medida visa combater "desinformação" e segue na mesma linha do Twitter

Depois do Twitter deletar publicações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro em favor do fim do isolamento social, foi a vez do Facebook e do Instagram tomarem medidas contra as investidas do ex-capitão.

“Removemos conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”, diz nota do rede social enviada à Folha de S. Paulo.

A publicação excluída trata-se do vídeo publicado pelo presidente junto de apoiadores no último domingo, em Brasília. A gravação é a mesma que foi apagada do Twitter.

A atitude do presidente foi contra as recomendações de seu Ministro da Saúde, da OMS e de todo o resto do mundo, que orienta as pessoas a ficarem em casa como medida de enfrentamento ao coronavírus. Nos vídeos, Bolsonaro insistiu em citar o uso de cloroquina como tratamento ao coronavírus e falava de isolamento social.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.