Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de janeiro de 2016, 15h45

Fechada na Turquia fábrica que fazia coletes salva-vidas falsificados para refugiados

Coletes feitos com restos de materiais permitiam a entrada de água e foram responsáveis por parte das 31 mortes de refugiados ocorridas na última terça-feira (5)

Coletes feitos com restos de materiais permitiam a entrada de água e foram responsáveis por parte das 31 mortes de refugiados ocorridas na última terça-feira (5)

Por Redação

Uma operação policial efetuada na província de Eslirna, na Turquia, fechou uma fábrica que produzia coletes  salva-vidas falsificados que eram vendidos, principalmente, para refugiados. De acordo com as autoridades turcas, muitas das 31 pessoas que morreram tentando atravessar a costa do país para a Grécia na última terça-feira (5) usavam estes trajes.

A polícia encontrou 1.263 jalecos estampados com marcas conhecidas para simular uma qualidade maior do material Contudo, os coletes eram feitos de restos de embalagem e plástico, sendo que alguns absorviam água e não auxiliavam na flutuação. Os trajes eram vendidos entre sete e dez euros, cerca de três vezes menos que o valor usual.

No local, os policiais turcos prenderam o dono da fábrica na qual trabalhavam quatro pessoas, entre eles dois sírios menores de idade.

Com informações do 20minutos. Foto: Pixabay


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum