Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de outubro de 2019, 17h35

Felipe Neto processa Malafaia que chamou de “bandido e canalha” quem distribuiu revistas LGBT na Bienal

Pastor ofendeu youtuber porque, para combater a censura do prefeito Crivella, Felipe comprou 14 mil exemplares de um quadrinho LGBT e distribuiu, gratuitamente, na entrada do evento

Foto: Divulgação

A polêmica envolvendo o HQ da Marvel, “Vingadores, a cruzada das crianças”, que mostrou em sua capa dois personagens masculinos se beijando, foi parar na justiça. Felipe Neto, um dos youtubers com maior número de seguidores no país, ingressou com ação contra o pastor Silas Malafaia por injúria e difamação, de acordo com informações do UOL.

Felipe Neto destaca, no processo, um vídeo feito por Malafaia, no qual o pastor chama de “bandido e canalha” quem distribuiu revistas de temática LGBT na entrada da Bienal Internacional do Livro, em setembro, no Rio de Janeiro.

Malafaia não menciona o nome de Felipe Neto no vídeo divulgado em 7 de setembro. Entretanto, após a ordem de apreensão dos quadrinhos, feita pelo prefeito Marcelo Crivella, o youtuber comprou 14 mil exemplares e distribuiu, gratuitamente, ao público na entrada do evento.

“Na cadeia”

“Ainda tem um bandido, um canalha que quer distribuir revistas na porta com cenas libidinosas. Bota esse canalha na cadeia”, disse o pastor.

Durante o mês de setembro, Felipe Neto já havia adiantado que iria à Justiça contra o pastor. “Estamos dando entrada com processo criminal contra Silas Malafaia, após este ter dito que sou ‘bandido’ e dito: ‘Bota este canalha na cadeia’, além de vários outros absurdos”, postou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum